Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Querem lá Ver

Um ano sem comprar roupa transformou-me

Querem lá Ver

Um ano sem comprar roupa transformou-me

Bem cedo

por Cláudia Oliveira, em 03.02.17

 

Adoro ir ao ginásio. Portanto é meio caminho andado para não desistir dos meus objectivos. Sei que o exercício faz bem e tenho o prazer de confirmar isso quase todos os dias. Nos dias em que vou ao ginásio sinto mais energia do que o normal. Sinto-me capaz de tudo. Parece um bocadinho exagerado, mas perguntem a quem faz exercício regularmente.

 

O truque é começar e fazer do exercício um hábito. É quase como almoçar. Uma necessidade que o corpo tem. O sono em demasia, o cansaço, por mais incrível que pareça, pode ser um sinal: falta de exercício físico. Uma boa alimentação unida de exercício tem feitio maravilhas na minha vida. Não saberia estar sem aquele momento só meu.

 

Agora meti na cabeça que quero começar a correr. Acordar às seis e ir correr. O tempo ainda não ajudou, mas não quero deixar passar mais tempo. Quero ver os efeitos que terá começar o dia a fazer umas das coisas que mais gosto. E depois tomar um banho e tomar o pequeno almoço enquanto leio duas páginas de um bom livro. Aposto que só terei vantagens.

 

Quando a falta de tempo for uma desculpa, experimente saltar da cama mais cedo. Troque o "não consigo" pelo "vou tentar". 

62/365, 63/365... 66/365 Onde cortar no orçamento?

por Cláudia Oliveira, em 27.01.16

Não sei se já vos contei mas tenho um caderno onde anoto todas as despesas e ganhos mensalmente. No final do mês consigo ter uma noção para onde foi o meu dinheiro. As despesas "surpresa" e os gastos menos urgentes. Cheguei à conclusão que com a chegada de uma prestação devido ao pacote net+tv+telefone (24.90€) precisava de cortar noutra despesa. Não é fácil, mas é possível ao analisar em pormenor cada gasto.

 

No mês anterior (alguns gastos)

 

Jornal Público (sextas-feiras, 4 vezes por semana): 6.80€

Análises 70€

Farmácia 30€

Fotos do Gustavo reveladas 19€

Livros 60€

 

Se tudo correr bem não vou ter surpresas no valor das análises (pois já paguei a caução), nem em farmácia. Aliás, conto ter apenas mais uma consulta (20€) para além das consultas no Hospital público. Também passei a ir à biblioteca ler o Público em vez de o comprar. E claro, não pretendo gastar 60€ em livros novamente nem revelar mais fotos do Gustavo.  

 

A Francisca vai nascer, mas já comprei tudo o que preciso. Aliás, aproveitei as promoções do Continente e um vale de desconto em cartão de dez euros para comprar fraldas para os dois miúdos e toalhitas. Ainda pretendo regressar no fim de semana para comprar mais. Pretendo amamentar como fiz com o Gustavo. Para além de outros benefícios, poupei muitos euros em leite. 

 

Também passei a ir à biblioteca ler o Público em vez de o comprar. A Biblioteca é mesmo ao lado da minha casa! E claro, não pretendo gastar 60€ em livros novamente nem revelar mais fotos do Gustavo.  

 

Finalmente recebi uma carta da S.Social onde fui informada do escalão e do valor que irei receber do pré-natal. O valor já tem destino. O Gustavo também vai começar a receber abono (pela primeira vez!). A baixa só será paga lá para meados de Fevereiro. 

 

Coloquei seis semanas do desafio 52 semanas no mealheiro. Não estou à espera das próximas segundas-feiras, acho mais fácil assim. Calculo o valor que posso guardar, escolho as semanas e coloco o dinheiro de parte. Risquei as semanas no calendário do desafio. Neste momento, tenho dez semanas completas. Tenho de colocar dinheiro no final de Fevereiro novamente. E nessa altura recebo da baixa. 

 

19133436_QEppH.jpg

A sensação de dinheiro poupado é quase tão boa como a sensação de correr alguns quilómetros. Libertador, inspirador e motivador. Ter algum dinheiro extra dá-me uma sensação de conforto. Acabou-se aquela sensação que eu tinha sempre que ia ao multibanco. Ficava de mau humor ao ver o meu dinheiro desaparecer e o final do mês tão longe. 

25/365

por Cláudia Oliveira, em 17.12.15

IMG_6295.PNG

IMG_6298.PNG

 

IMG_6299.PNG

 Cinza e preto. Adoro. Os meus sapatos prateados que têm direito a indirectas de vez em quando. É isto que temos para hoje. Com batom lilás para animar e cabelo com jeitos feitos de propósito mas faz de conta que não. 

24/365

por Cláudia Oliveira, em 16.12.15

 Penteado simples serve de inspiração. Não é nada de especial, mas sempre muda um bocadinho. Batom vermelho e eyeliner. 

IMG_6224.PNG

IMG_6221.JPG

 

IMG_6220.JPG

 

Repeti a camisola. As peças que mais gostamos é para repetir. Em vez das calças vermelhas optei pelos calções pretos e sapatilhas pretas. Ficou diferente.

23/365

por Cláudia Oliveira, em 15.12.15

IMG_5883.JPG

 

IMG_5884.JPG

 Malhas, sapatilhas, branco e camuflado. Inspiração para esta semana. 

IMG_6013.JPG

Camisola branca, calções pretos com franjas (viva os calções com elástico na zona da cintura!) e camuflado. Fiz uma espécie de penteado com uma trança presa de lado. Segundo estes vinte e três dias parece que tenho pouco para calçar. Falso, uso sempre os mesmos. 

20/365

por Cláudia Oliveira, em 14.12.15

IMG_5831.JPG

 

IMG_5832.JPG

 

IMG_5833.JPG

 Sexta, dia de consulta. Vesti um dos meus vestidos preferidos e o meu casaco azul querido da vida. Depois acabei por mudar de roupa a meio da tarde, presumo que vestidos compridos não sejam uma boa opção para fazer ecografias. 

19/365

por Cláudia Oliveira, em 10.12.15

 

IMG_5725.JPG

 

 

IMG_5727.PNGIMG_5723.JPG

Camisola branca que nunca tinha usado. Calções com flores que usei e abusei durante os dois últimos anos. E botas de cunha pretas. Foi para ir trabalhar, não pensei muito. Nem ando com espírito para pensar. 

18/365

por Cláudia Oliveira, em 09.12.15

IMG_5618.PNG

 

 

IMG_5617.JPG

 

IMG_5615.JPG

 

 

Dia comum. Escritório das 8h às 17h. 

Como disse no post anterior vesti a mesma camisola, blazer e sapatilhas de ontem. Só troquei a peça de baixo pela minha saia Mango com lantejoulas. Este é mais um exemplo de peça alargada na cintura devido à gravidez anterior. Mas está impecável. E gosto imenso dela. A mistura de riscas e lantejoulas ficou do meu agrado. 

16/365

por Cláudia Oliveira, em 07.12.15

IMG_5551.JPG

IMG_5553.JPG

 

 

IMG_5552.JPG

Ando a vestir imenso vermelho. Desta vez, para trabalhar, escolhi as calças vermelhas que ainda não tinha usado, a t-shirt com a imagem da Torre Eiffel e um blazer cinza. A iluminação das fotos está péssima. Tenho de começar a pensar noutra alternativa durante este inverno escuro. As botas pretas também já as tinha usado. Talvez não tenham sido a escolha certa devido à chuva, mas só percebi que estava a chover depois de sair de casa. Não saí à rua assim, ainda meti um casacão por cima.

Amanhã é feriado, estou sem planos. 

15/365

por Cláudia Oliveira, em 07.12.15

IMG_5548 (1).JPG

IMG_5442.JPG

 

Quinze dias se passaram. Várias lojas também passaram diante dos meus olhos, mas não senti vontade de comprar nada. Aliás, até já repeti peças. Sem necessidade. Tenho roupa para usar sem precisar repetir. Mas existem aquelas peças que gostamos mais, não é verdade? Este vestido camiseiro é uma das minhas peças preferidas do momento porque não me sinto apertada e gosto muito do padrão. Mas desta vez usei uma camisola cropped por cima. Acho que ficaria melhor uma camisola mais comprida, para a próxima experimento. Também usei umas botas quentinhas e confortáveis. No Domingo, passear com o miúdo, sem frio e confortável, são as prioridades.   

Mais sobre mim

foto do autor

Arquivo

  1. 2017
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2016
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2015
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D

Tags

mais tags