Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

queremlaver

contactoclaudiaoliveira@gmail.com

contactoclaudiaoliveira@gmail.com

QUANDO UMA YOUTUBER LANÇA UMA REVISTA

 

Chegámos ao dia em que uma revista é criada por uma bloguer. A revista chama-se Maria Vaidosa, teve origem num canal com o mesmo nome com mais de 200 mil seguidores. Lembro-me de ver o primeiro vídeo dela, lembro-me de comentar, lembro-me de ver o canal crescer muito rapidamente. Tive vários anos sem ver um vídeo da Maria Vaidosa. Via raramente. Voltei a ela recentemente e acompanhei a criação do seu escritório e agora do lançamento da sua revista. 

 

A revista tem como público alvo os jovens adultos com conteúdo muito semelhante ao canal no YouTube. O preço de cada exemplar é 4.90€ e será trimestral. O lançamento desta revista veio quebrar muitos limites e tabus. Veio desempenhar um desenvolvimento no mundo dos criadores de conteúdo. Estamos de facto a mudar a forma como olhamos para o trabalho dos youtubers e bloguers. Sinto que este passo dado pela Mafalda Sampaio (ou quem decidiu apostar nela) foi uma grande mudança. Que bela mudança, afirmo. 

 

Não sei se nos tempos que correm ainda vale a pena comprar revistas. Pessoalmente refiro o conteúdo digital. No entanto é de louvar o seu trabalho, a consistência na qualidade e como mantém o público fiel. É fantástica a forma como agarrou a oportunidade e criou o seu posto de trabalho. Eu admiro pessoas assim. Engana-se quem pensa que é muito fácil fazer o que ela faz. É preciso talento, sentido de oportunidade e muito trabalho. 

 

Não vejo a Mafalda como uma bloguer menos real por divulgar marcas. Acho que é normal ela estar associada a marcas e divulgar as mesmas ao seu público alvo. É o seu trabalho. É como uma bola de neve, quanto mais marcas apostarem nela mais conteúdo traz para os seus vídeos. Acredito que ela divulga apenas produtos em que acredita, caso contrário seria difícil dar a cara. Quantos textos encontramos com divulgação de produtos? Os vídeos mostram rostos, criam empatia e torna o "jogo" um bocadinho mais transparente. 

 

Estamos a caminhar para uma nova era no mundo dos blogues e youtubers.Estou feliz, muito feliz. A vitória dela é um bocadinho a nossa.

 

 

2 comentários

Comentar post