Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

queremlaver

contactoclaudiaoliveira@gmail.com

contactoclaudiaoliveira@gmail.com

CONCLUSÕES CHEGAM SEMPRE NO FIM

 

 

Tenho uma amiga muito generosa. Tudo o que ganha de forma inesperada acaba por partilhar. Sério. Ela adora dar presentes e mimar os amigos. Nunca conheci ninguém como ela. Acho impressionante. Nos tempos que correm, onde a ganância predomina, não é comum alguém gostar tanto de partilhar. Ela dá sem pedir em trocar, sem cobrar. Não é aquilo que dá que merece ser destacado, é mesmo a enorme generosidade que carrega. É a sua maior qualidade. Acho admirável. Eu dou-lhe o que tenho de melhor, a minha fidelidade e amizade.

 

Após o fim desta amizade cheguei à conclusão de duas coisas: dava muito para camuflar o que não dava; fiquei a perder menos do que ela. Existem finais que são necessários. Amizades que não prestam, conhecidos que não fazem falta, namoros prejudiciais, casamentos infelizes. Quando chegam ao fim descobrimos que não é pior do que era. Pior nunca ficamos. Não ter nada é diferente de esperar alguma coisa. Conclusões chegam, prometo. 

2 comentários

Comentar post